Erasmus em Lisboa

Como é que os estudantes que escolhem fazer o seu semestre de intercâmbio em Lisboa experienciam a cidade? Como é que fazem amigos? Será que se sentem bem-vindos?

A Erasmus Student Network (ESN) é uma organização sem fins-lucrativos que se dedica à coordenação de eventos tais como festas e viagens sempre com os estudantes de Erasmus em mente. Desde jantares em que cada um leva comida tradicional do seu próprio país a visitas guiadas às partes mais importantes da pátria de acolhimento, a ESN orgulha-se em facilitar e melhorar a experiência de cada estudante. A ESN Lisboa ainda mais tem razões para esse orgulho visto que a capital portuguesa é a cidade que mais recebe Erasmus em toda a Europa, são ao todo 6 mil por ano, o que leva a que sejam também a maior secção da ESN. O seu objetivo é a integração destes “novos residentes” com as pessoas e com a cultura. Através dos eventos certificam-se que todos terão uma experiência em conjunto e que possam partilhar momentos e histórias, criando laços afetivos com povos novos.

Rapariga a descansar deitada à beira rio em cima de um muro e da bandeira da ESN
A bandeira da ESN acompanha os alunos em todos os eventos e viagens. Photograph by lucas.lemos CC BY-SA 2.0

Para tentarmos perceber melhor a dinâmica que os estudantes de Erasmus têm entre si e com a cidade de Lisboa falámos com o Gabriel Gouvêa, membro da ESN Lisboa. De acordo com ele, existe uma vontade de conhecer novas pessoas e culturas pelo que a maior parte dos Erasmus procura ser amigo daqueles que não são do seu país. Como estão fora de casa, pensam que não iriam estar a aproveitar a cultura do novo país se apenas convivessem com os seus chamados “irmãos de pátria”. No entanto, isto depende de nacionalidade para nacionalidade, de acordo com a experiência do Gabriel, os italianos costumam dar-se bem com todos, não têm barreiras de linguagem e conseguem estar mais “livres”, já os franceses são o contrário, muitos que vêm não falam inglês e tendem a criar grupos só deles.

Apesar de existirem mais de 40 voluntários-membros na ESN Lisboa continuam a haver alguns desafios na organização dos eventos. É sempre difícil determinar que eventos fazer e quando, como os vão pagar e garantir que tenham sempre sucesso. Mas a gratificação que recebem ao estar a vivenciar a celebração da cultura europeia, e a falar e conviver com pessoas de origens tão diferentes, assim como ter a responsabilidade de representar Portugal para o mundo faz com que valha a pena. Até porque a ideia com que os estrangeiros ficam de Portugal é quase sempre positiva. “Temos um país apaixonante, com uma cultura diversa e única, quase sempre com sol e com praias que não existem no resto da Europa. Os nossos vizinhos europeus apaixonam-se rapidamente. Nunca ouvimos reclamações  ou quaisquer tipo de problemas com Portugal.” Diz o Gabriel “Já acompanhei Erasmus que vieram para cá, aprenderam a língua e desenvolveram um sotaque português, outros que se habituaram a ir à praia todas as semanas, algo que não é possível no seu país materno.”

Rua tradicional da baixa de Lisboa
Lisboa é a cidade que acolhe mais alunos de erasmus da Europa inteira. photograph by Sergei Gussev CC BY 2.0