Pós FCH: A entrada no mercado de trabalho

This slideshow requires JavaScript.

A procura de emprego pode ser longa e difícil pelo que exige uma boa estratégia e pertinente a par do potencial do candidato. É necessário evitar incorreções, gafes ou até mesmo erros de conveniência. Ultrapassar dificuldades procurando ser útil e explorando as suas potencialidades pode ser benéfico para vingar profissionalmente.

As redes sociais, tais como o LinkedIn e o Facebook, são atualmente uma ferramenta de recrutamento a par do CV ou da carta de apresentação. Não são o meio privilegiado dos empregadores nem dos candidatos no momento de procurar um emprego. Hoje em dia, as redes sociais são mais utilizadas pelos empregadores do que pelos candidatos na questão do recrutamento, os candidatos usam sobretudo as redes sociais num objetivo pessoal e não tão profissional.

Conteúdo produzido por: Francisco Faria, João Travassos, Nuno Mendes, Gonçalo Gonçalves e Sofia Lombardo, no âmbito da UC de Comunicação Digital das licenciaturas em Comunicação Social e Cultural e Línguas Estrangeiras Aplicadas.